Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beers with Popcorn

Beers with Popcorn

Açores é mais do que especial.

É mesmo! Especial! Único! Mágico! 

O ano passado fui pela primeira vez à ilha de S. Miguel. Ainda me lembro como se fosse hoje. Mal saí do avião, senti um cheiro completamente diferente. Cheirava a mar, a ar puro, misturado com aquele calor e humidade.
Ouvi tanto sobre Ponta Delgada, que quando cheguei, tinha a sensação de já conhecer tudo.
Mal eu sabia que era só a minha primeira viagem ao arquipélago dos Açores. No total já visitei 3 vezes a ilha de S. Miguel. Já visitei o Faial e 4 viagens à ilha do Pico. E no futuro pretendo voltar mais umas quantas. São todas diferentes. Todas têm o seu encanto e a sua Alma.

Voltando a S.Miguel...
Na minha primeira viagem, fiquei rendida. Passei o meu aniversário num dos locais mais lindos do mundo. E após alguns dias senti-me em casa e já não queria sair de lá. Com tanto tempo livre, e estando a maioria do tempo sozinha, tive tempo para explorar tudo.
Um dia tive a excelente ideia de alugar uma acelera. A melhor ideia que tive! Andar de acelera naquela cidade e arredores é do melhor! Foi assim que conheci a tasca do Mané Cigano! Que só serve almoços! E a especialidade são os famosos chicharros fritos! Que delicia! Um dos meus locais favoritos!
Provei todas as iguarias. Fui provar o cozido das furnas, mas admito que não é dos meus preferidos. Gosto mais do cozido que a minha avó faz! Esse para mim é o melhor do mundo e também é especial!
Bebi bastante a cerveja local, a Especial Melo Abreu! Recomendo a provarem a cerveja preta, no restaurante A Favorita. É o melhor sítio. O queijo fresco com pimenta da terra é de comer e chorar por mais, e os bifes regionais que são dos melhores que já comi. A carne açoriana é a melhor do mundo! Hmmm... Já estou a salivar!
Visitar a cervejaria da Melo Abreu também vale a pena. Nem que seja porque a cerveja é bem mais barata do que nos outros locais.
Quando tenho a mínima hipótese de fazer uma escala em Ponta Delgada não perco a oportunidade de visitar estes restaurantes.
Adorava viver lá. Senti-me como nunca me tinha sentido em lugar nenhum deste planeta. Senti uma paz interior que nem eu consigo explicar. Não há stress! Não há portagens! Não há trânsito! Sentia que vivia dentro de um postal. E conseguia esquecer o facto de estar rodeada de mar. Tolero cada vez menos a nossa vida louca e stressante. Os dias passam a correr, não há tempo para nada. Não se sente que se vive!

Eu entretanto vou vivendo aos poucos nos açores...
 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABC Arrábida Tap House

Existe e eu nunca tinha ouvido falar. Aconteceu por acaso. Graças aos meus pais consegui passar alguns dias na minha praia favorita do país. Sesimbra, um lugar mágico e perfeito para descansar. Em agosto, o mês da confusão e das férias stressantes, em Sesimbra consegue-se ter paz e relaxar. É estacionar o carro e andar a pé. Não há filas, não há longas esperas para nada! E temos tudo do bom e do melhor, peixe fresco e marisco não faltam!

Na primeira noite, quando passei pela porta do forte e li TAP HOUSE, fiquei curiosa, mas já era tarde e já estava fechado. Mas não esqueci. Chamou-me a atenção ter uma tap house ali.

No dia seguinte, durante a tarde fui lá. Fui surprendida por tudo o que vi. A vista era fantástica, uma esplanada ótima. Era a TAP HOUSE da Arrábida Beer Company! Cerveja que nunca tinha provado. Mas já tinha ouvido falar de uma de tomilho. Como sou fã de caracóis, lembro-me de alguém me ter falado dessa invenção.

Com várias cervejas à pressão, pedimos uma prova de cada. Gostei apenas do Melro Azul, e uma Ale chamada de Falcão Cizento.

Voltei novamente passado alguns dias, mas desta vez durante a noite. O ambiente era diferente, e quando me sentei numa mesa, o empregado veio ter connosco a dizer que não podiamos estar ali sentados. Porque erámos 2 e a mesa era de 4 lugares. Fiquei supresa e parva. Haviam pelo menos mais 3 mesas de 4 lugares vagas, e nenhuma mesa com apenas 2 lugares. E eu e o meu namorado não nos podíamos sentar porque eramos 2? What?!! “Regras da casa”, desse ele! A regra mais estúpida de sempre! Eu manifestei o meu desagrado, e perguntei se ele queria que eu fosse buscar duas pessoas à rua para ter direito a sentar ali. No final das negociações, ficámos sentados com o compromisso de permitir que outras pessoas se sentassem na nossa mesa, caso fosse necessário.  Por mim ok! Já tive muito bons momentos e conversas bastante agradáveis com desconhecidos, apenas por estarmos na mesma mesa. Acho que é uma coisa que cada vez faz mais falta. Socializar á mesa! Conhecer pessoas! Na minha opinião uma TAP HOUSE é isso mesmo.

Passando esse episódio, bebi umas quantas canecas. Boas! Soube-me bem, a noite estava quente, estava de férias a relaxar.

É bom saber que a cultura cervejeira está a aumentar em Portugal. E lugares novos estão a abrir. Um mercado ainda verde, mas que começa a dar já alguns frutos.

É sempre bom conhecer novas cervejas.

Aquilo que não gostei mesmo foi o facto de os empregados não terem formação sobre as cervejas. A falta de conhecimento torna-se um problema. Estamos numa TAP HOUSE de uma marca. Quem serve, deve pelo menos saber o que está a vender. E de como é feito. Digo eu.

O balcão está super giro, a decoração espetacular.  Pena que não seja mais visível, só quando vamos ao wc é que temos acesso a essa zona, que para mim é a atracção principal.  A torre e as torneira estão muito bonitas e está tudo feito com muito bom gosto. Moderno e sofisticado.

É um lugar para voltar. Sem dúvida. Ainda por cima na minha praia.

Passem lá um dia também.

Até.

FHD0071.JPG

FHD0075.JPG

FHD0076.JPG

FHD0081.JPG

FHD0084.JPG

FHD0090.JPG

FHD0092.JPG

FHD0094.JPG

 

Manual de sobrevivência a um festival de cerveja

Do ponto de vista de uma rapariga bastante prática e prevenida aqui vão algumas dicas:

Levantar dinheiro no multibanco antes de entrar no recinto. Poupas trabalho de andar a procura de um, e assim tens o dinheiro limitado para o dia!

Passar numa farmácia para comprar carvão ativo, no dia seguinte ajuda bastante acreditem. Para alem de que ajuda a retardar os efeitos do álcool.

Vestir roupa confortável e divertida, o ambiente é sempre descontraído. Não esquecer do casaco para vestir durante a noite, nunca se sai antes do recinto fechar! Meninas, esqueçam  os saltos em casa por favor!

Ter sempre uma garrafa de água para hidratar! Sempre que se lembrem bebam água muita água!

Ir comendo alguns snacks e ir petiscando. Não comer nunca dá bom resultado!

Dormir num hotel/pensão perto. Ou então levar saco de cama e dormir no carro.

Nunca ter a triste  ideia de ir a conduzir, nem que sejam por 100m. Ou se anda a pé  ou de táxi!

Ter papel  higienico na mala! 

Não  esquecer da boa disposição em casa.

Mochila às costas, e copo na mão... e aproveitem muito!!!